22 março 2010

EU CREIO EM LÂMPADAS

Por Guilherme Salla

Uma mentira
estampada no céu,
as estrelas
brilham enganando
os olhos.

O sol
esclarece
a noite,
é verdade.

Na dúvida,
como acreditar
em uma estrela?

publicado originalmente em: http://guisalla.wordpress.com/2010/03/20/eu-creio-em-lampadas/

Um comentário:

Marco A.de Araújo Bueno disse...

Belíssimo poema, Gulherme! Juro que vejo um Hegel em terceto, na segunta estrofe. Na quarta, você relança a inquitação. Bem daria umas laudas caudalosas aqui, mas, afinado à economia poética da peça (já conhecia), brado - bravos!
{S}

Related Posts with Thumbnails