29 maio 2012

TEJO



                                                        (Para a Minguante, publicação lisboeta voltada à micronarrativa, este 'deca', fora copidescado ?)


Tejo

Podia nadar, fazer regata. Hoje posso não jogar lixo nene...

Por Marco A. de Araújo Bueno

{O microconto original tinha, como título "Tietê" e terminava com a palavra "nele". Como o mote desta edição era "Fado" achei simpático substituí-lo pelo tão pessoano nome do rio Tejo, "que não passa pela minha aldeia".Mas o que não passou pelo revisor foi "nene"...Também não publicaram na falecida sessão "MICROTEORIAS", congelada há muito, o fragmento teórico da minha tese de doutorado ("Brevidade e Epifania na Micronarrativa Contemporânea") enviado já para edição anterior, e não publicado. Esse lugar de produção teórica da internacional e única revista de micronarrativas, tão prolífico que o desejamos -será que não apostavam mais "nene"? Todavia, confira-se o Fado (sem lapsus aqui; aqui não!) no :www.minguante.com

2 comentários:

Anônimo disse...

poxa... nao consegui acessar o link...

Marco A.de Araújo Bueno disse...

Talvez o encontre em meu site pessoal - Festina Lente... www.literaujobuenobueno.blogspot.com pelo buscador . De fato, não tenho mais notícias da Minguante.com Era editada a partir de Portugal.O escritor Carlos Seabra, também colaborador, talvez saiba. Grato!

Related Posts with Thumbnails