17 fevereiro 2010

PEQUENAS DOSES

Ilustração: Alan Carline

PEQUENAS DOSES
por Rafael Noris


tão cansado
tão farto
tão disforme

verdades
num gole
engulo-as

todas de um trago
como se trouxessem
algo mais

a gula por respostas
e então: - krsh!
(engasgo)

no copo vazio
regurgito umas
ou duas dúvidas

três quatro
e não para
esta porra!

o copo transborda
gordas revoltas
e poucas linhas tortas

deu errado
o alívio se foi
- foda-se

quando acaba
desfaleço
e esqueço

ando zonzo
como onda
sonsa

a cabeça empapada
de suor e vômito
então, parto.

(a vida precisa continuar)

4 comentários:

Marco A.de Araújo Bueno disse...

Rafael><Alan, interpenetração sincrônica le linguagens;semioses articuladas. No poema, o fulcro "(...)umas ou duas dúvidas"(de uma felicidade epifânica, indefine contabilizando o imponderável do seguir. Na ilustração (ah, o sintágma pictórico, a palhetada simuntânea)juro que vejo o inseto repugnante ponto em evidência kafkiana.Impressionante. Sabe que registro informa o outro? Não? Nem eu. Epifenômenos do 'coletivo'...

Elton disse...

Nussa, isso me lembra há uns três anos atrás, noites regadas a vodka barata e a caminhadas noturnas deixando apenas a fumaça do cigarro como rastro, indo a lugares psicológicos, ermos e íngrimes. E ontem eu lembrava dos sábados que a gente ficava conversando e depois ia pra praça e comprava sempre um saquinho de pipoca =D uahsuhausa

Guilherme Salla disse...

Fantástico! Com "Crime e Castigo" ainda me gongando no juízo, esse conjunto me pareceu muitíssimo familiar...

Dá-lhe, Rafa e Alanvajato!

Alan Carline Queiroz disse...

Fiquei muito satisfeito com o desenho,uma observação interessante é a caveira oculta,por uma semana lí e relí o poema,gosto desse carater prosaico-poético dele,vejo caracteristicas supra-sensoriais.Um olhar sensível sobre a realidade que,amigos,é fantástica sim.Percebi construções formais interessantes que o autor,hábil,articula em sua construção.Me fez pensar como um alambique.Mas não só.Rafael imerso em seu imaginário.

Related Posts with Thumbnails