18 setembro 2010

*Sheol

Tumblr_l8y768prga1qbju4oo1_500_large









Um dia você vai se complicar por tanta relva. Onde estão suas árvores? Um campo aberto é desespero, apesar de tanto verde. Há incerta esperança muito queimada de sol. Bem podia ter frutos coloridos a enfeitar as copas. Sementes poderiam cair ao solo para germinar outras flores, não essas ervas-daniscas!

Sei que você é propício às brincadeiras de criança, à soltagem de pipas. Serve até como pista de pouso para balões. Mas não vejo sentido em correr sem chegar, em pisar grama sem rumo. Essa sua linha do horizonte nunca acaba. O que tem depois? Anoitecendo, só posso contemplar as estrelas. Deito sobre sua espinhenta grama a me fartar mais de infinito. Umedeço ao relento. Acordo com chuva, sem qualquer abrigo.

A não ser que eu lhe cave. Construir um casulo sob a terra não é má ideia. Mas imagine se eu aprofundo e me soterro. Ninguém veria meu próprio enterro ao luar. Nem quando amanhecesse. O céu de azul arrebentado roubaria toda a atenção. As nuvens, então, eu tocaria em segredo. Sim, porque tanto o acima quanto o abaixo estão colados para quem observa de longe.

Estaria eu no tão proclamado paraíso? Devo ter morrido de tédio mesmo com isso. Morro duas vezes. Gostaria que este cheiro de chá a me entranhar o espírito evaporasse tal mágica agora. Cansei de relaxar, prefiro a agitação do asfalto, os cheiros de fritura e as cores poluentes de qualquer cidadezinha. Vou tentar dormir. Quem sabe assim poderei deitar um pesadelo ou sonhar um acordar mais habitado e vivo.

O cortinado batia com força contra a janela entreaberta do apartamento na Av. Babel. A ventania do lado de fora sugava o pano, assobiando um grito. Era dia seguinte, tinha morcegos, aviões, anjos e pterodátilos. Eclipsava.

Bocejo: - Ora, mas eu estava já dormindo?!



_________________________________________
*Sheol, Xeol ou Seol, (pronunciado "Sheh-ol"), em Hebraico שאול (She'ol), é o "túmulo", ou "cova" ou "abismo". 

2 comentários:

Vilemar F. Costa disse...

Beleza e rico escrito, Paola.
Inspirador e profundo.
Valeu.
parabéns.
Vilemar

Paola Benevides disse...

Gratidão devotada, amigo. Um forte abraço lírico!

Related Posts with Thumbnails